• VIA EXPRESSA

    Atendimento

    0800 28 38 100
  • Emergência

    SAU - Serviço de auxílio ao usuário

    0800 979 00 60
    • Facebook
    • Twitter
    • Blog

RodoSol realiza manutenção subaquática na Terceira Ponte

Publicado em 19 de janeiro de 2017 às 13h06

 

A atividade visa proteger o concreto que está submerso e aumentar a vida útil da estrutura

Nos meses de dezembro e janeiro, uma equipe especializada em manutenção subaquática realizou alguns reparos nas estacas que sustentam os pilares da Terceira Ponte. A manutenção aconteceu nas camisas metálicas, que são revestimentos que cobrem as estacas e deixam o concreto protegido.

As estacas ficam abaixo dos pilares, fixadas no fundo do mar, e servem para sustentar a estrutura. Ao todo, 11 delas passaram por restaurações, onde a camisa metálica foi recuperada.

img_5579

De acordo com o engenheiro civil responsável pelo serviço, José Eduardo de Aguiar, a RodoSol realiza regularmente inspeções na estrutura para identificar a necessidade de reparos como este.

“No caso das estacas subaquáticas, a cada cinco anos é feita uma inspeção, seguindo a norma de inspeção subaquática. Esta é a primeira vez que estamos recompondo a camisa metálica que reveste a estrutura de concreto”, diz. Ele reforça que o próprio concreto das estacas já é feito para resistir à corrosão marinha, no entanto, a iniciativa da RodoSol de recompor a proteção metálica é mais uma medida para aumentar a vida útil da ponte.

“Quando a ponte foi construída, essa camisa metálica serviu como forma para o concreto e não foi retirada. Agora, 40 anos depois, com o desgaste gerado pela própria água salgada, algumas partes deste revestimento metálico foram se deteriorando.

Vale reforçar que o desgaste está dentro do previsto e que a ausência desta camisa metálica não compromete a estrutura da Terceira Ponte, que foi construída com um concreto específico para o mar. Recompor a camisa metálica permite que a estrutura dure ainda mais do que o esperado”, esclarece.

Segundo Aguiar, para fazer estes reparos a RodoSol conta com uma equipe de oito mergulhadores profissionais, especializados neste tipo de serviço e certificados pelas normas vigentes, além de três engenheiros civis que fiscalizam todo o processo.

O engenheiro civil Jiancarlos Pagotto Coutinho explica que o serviço consiste em hidrojatear para limpar a estrutura, retirando os resquícios da camisa metálica para, posteriormente, ser aplicado um novo revestimento epoxídico. “O novo material epoxídico é preparado fora da água, como se fosse uma massa modeladora e, em seguida, o mergulhador desce para aplicá-lo nas estacas limpas. Trata-se de um material chamado resina epóxi, que é próprio para o mar e possui propriedades que permitem que ele se adere a estrutura sem se dispersar na água”, explica.

Segundo Jiancarlos, a Terceira Ponte possui 54 pilares. Destes, sete estão estruturados na região do mar. Estes sete pilares possuem cerca de 111 estacas, distribuídas entre eles e, onze delas, estão passando por intervenções. “Esta é mais uma iniciativa importante que a RodoSol está fazendo para aumentar a vida útil da Terceira Ponte”, afirma.

 

img_0908

2020 © Rodosol - Todos os direitos reservados   |   Política de privacidade   |   Ir para o topo 4Ps - Quatrops