A RodoSol realiza constantemente a manutenção e a conservação em suas vias para oferecer um serviço cada vez melhor ao seus usuários, não só os motoristas, mas também ciclistas e pedestres. O cuidado com a conservação e o reparo, por exemplo, das ciclovias e passarelas faz parte dessa preocupação.

Foi iniciada em novembro passado a restauração das passarelas da Rodovia do Sol, e a previsão é que as intervenções em todas as seis terminem em maio. As obras são realizadas simultaneamente em quatro delas, e em nenhuma há interdição do fluxo de pedestres.

O engenheiro de obras e conservação da RodoSol, Adilson Tavares, explica que a estrutura das passarelas é composta por concreto com ferro e metal, e que elas devem receber constantemente  manutenção porque o ferro sofre um processo de desgaste chamado oxidação, o que pode comprometer determinados pontos da passarela.

Passarela Barra do Jucu

Esse desgaste é provocado por fissuras na estrutura da passarela, que surgem naturalmente com o tempo de uso. Um fator que acelera ainda mais o processo de corrosão é a maresia.

“Toda estrutura tem uma vida útil. E a função da manutenção e recuperação é acompanhar a evolução do desgaste para que ele não ocorra de forma desordenada”, explica Adilson.

A restauração das passarelas começa pelos seus acessos (rampas e escadas) e inclui ainda todas as grades de proteção que, se necessário, passam por um processo de galvanização, para inibir a corrosão. Todo mês a RodoSol envia um relatório à Agência Reguladora de Saneamento Básico e Infraestrutura Viária (Arsi) informando sobre as obras em curso.

“É feito um acompanhamento periódico por meio de vistorias em todas as estruturas ao longo da Rodovia, para mantê-la sempre em bom estado de uso e segurança”, conclui o engenheiro.

As passarelas na Rodovia do Sol estão localizadas nos quilômetros 14,100; 14,500; 15,300; 16,100; 23,500 e 24,700.


Passarelas e Ciclovias

As ciclovias e passarelas são instrumentos de auxílio aos pedestres e ciclistas. Não foram feitas para serem utilizadas por cavalos, carroças ou qualquer veículo motorizado. Ao atravessar a rodovia, sempre use as passarelas. Caso seu meio de transporte seja uma bicicleta utilize a ciclovia ou trafegue no acostamento. Somente com a utilização correta dos instrumentos é que a segurança dos usuários estará garantida.

Nos trechos urbanos e próximos às passarelas, estão instaladas grades sobre as barreiras de concreto com o objetivo de evitar que a travessia de pedestre ocorra de forma inadequada e insegura. Já as ciclovias começam no final de Itaparica em Vila Velha, antes do Trevo da Rodovia Darly Santos, e se estendem até Terra Vermelha. Uma área de grande predominância de ciclistas.

A RodoSol realiza periodicamente serviços de manutenção nas passarelas e ciclovias. Para o trabalho de conscientização com os ciclistas e pedestres sobre a importância da utilização correta desses equipamentos de segurança, a RodoSol promove campanhas educativas. Entre elas está a campanha Pedale Legal, que aborda diretamente ciclistas, distribui folhetos educativos e kits de sinalização para as bicicletas. Já para os pedestre a empresa realiza a campanha Travessia Segura.

Compartilhe: Permalink:

Na última sexta-feira, 6 de janeiro, recebemos a visita dos publicitários Gilbert Machado e Rafael Andaku, da agência E-Brand, que desenvolveu o projeto “Ligado no Trânsito” do Detran-ES, vencedor do prêmio Colibri de melhor campanha capixaba de 2011. O projeto recebeu o apoio da RodoSol e como forma de agradecimento eles nos presentearam com o troféu recebido no festival.

Estiveram presentes também a assessora de educação no trânsito do Detran-ES, Elisa Amélia de Almeida Pacheco, e a gerente de educação e estatística de trânsito do mesmo órgão, Nice Nicchio, que participaram de um café da manhã com o diretor presidente da RodoSol, Geraldo Dadalto e com todo corpo gerencial da empresa.

 

Nice Nicchio destacou a importância de parcerias que se comprometam com a causa da preservação de vidas. “Foi um projeto (Ligado no Trânsito) sensacional, porque ele foi direcionado aos jovens, que já são, por si só, multiplicadores”, disse a gerente.

O presidente da RodoSol agradeceu ao Detran-ES e à agência E-Brand pela parceria e pelo troféu recebido, e se comprometeu a conversar ao longo do ano sobre novas parceiras. Ao final do café da manhã, os visitantes conheceram o Centro de Controle Operacional (CCO) da empresa, de onde é monitorado o movimento dos veículos que trafegam em toda a extensão do Sistema Rodovia do Sol.

 

O projeto e a parceria com a RodoSol

O “Ligado no Trânsito” é um projeto que tem por objetivo conscientizar os motoristas capixabas, principalmente os jovens, para um trânsito mais seguro. Com ações voltadas para esse público, usando, por exemplo, as mídias sociais, a campanha teve um resultado muito positivo e alcançou visibilidade nacional.

Um das ações desenvolvidas foi o “motorista da rodada”. As melhores frases enviadas pelos internautas e postadas no twitter da campanha (@ligadotransito), participaram de uma votação na rede social e os escolhidos ganharam ingressos para festa Pool Party, uma das mais badaladas do verão em Guarapari.

Eles puderam convidar mais três amigos, mas um deles deveria ser o motorista da rodada. Uma equipe do Detran-ES acompanhou os amigos e gravou vídeos da galera antes e depois do “rock”, que foram parar no YouTube.

Outra ação que ficou muito conhecida foi a “Ligado no Trânsito no Rock”. O Detran escolhia um grupo de amigos e pagava o táxi da balada para eles. A ideia era gravar vídeos antes e depois das baladas e mostrar a diferença que o álcool provoca no comportamento dos jovens. Até um funk foi produzido com as falas dos jovens “alegres” e lançado na internet.

A Rodosol apoiou o “Ligado no Trânsito”, por exemplo, com o “Concientize o Capixaba”. As melhores frases com mensagens educativas enviadas com o @ligadotransito eram escolhidas para serem exibidas nos painéis eletrônicos da Terceira Ponte. Além disso, o perfil da Rodosol tuitava e retuitava mensagens do @ligadonotransito e postava em seu blog informações sobre o projeto.

#LigadoNoTrânsito


Os blogueiros e tuiteiros que participavam do “Ligado no Trânsito” além da equipe do projeto fizeram uma visita e conheceram como opera a Rodosol. “A Rodosol sempre foi parceira do Detran, e o prêmio só veio consolidar essa relação. A ideia é continuar criando ações na internet. A gente já planeja 2012 e conta com a Rodosol como parceira nesse projeto”, destaca Gilbert.


#LigadoNoTrânsito


Confira o vídeo da visita de quem é Ligado no Trânsito

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1mZnN08-1OQ[/youtube]


Confira o Funk Ligado no Trânsito:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4IFZPgu_L0k&feature=youtu.be[/youtube]

Compartilhe: Permalink:

A partir da zero hora do dia 2 de janeiro de 2012, entram em vigor as novas tarifas das praças de pedágio da Terceira Ponte (Vitória) e da Praia Sol (Guarapari). O reajuste foi autorizado pela Agência Reguladora de Saneamento e Infraestrutura Viária (Arsi), órgão que fiscaliza as ações da Rodosol, por meio da resolução nº 016, de 14 de dezembro de 2011.  O valor da tarifa básica passa de R$ 1,70 para R$ 1,80 na Terceira Ponte e de R$ 6,70 para R$ 6,80 na Rodovia do Sol. Confira a tabela ao final do post.

O reajuste anual das tarifas das duas praças está previsto no contrato assinado entre a RodoSol e o governo do Estado, em 1998. A alteração se faz necessária para que haja o equilíbrio no funcionamento do Sistema Rodovia do Sol, que engloba a Terceira Ponte e a Rodovia do Sol, e possibilite a manutenção, conservação e operação das vias. Além de manter o funcionamento de serviços básicos voltados aos usuários, como socorro com ambulâncias e guinchos.

Obras e serviços prestados

Em contrapartida à cobrança das taxas de pedágio, a Rodosol executou obras nos anos de 2000, 2001 e 2002 de duplicação da Rodovia do Sol e construção do Contorno de Guarapari. Duas obras fundamentais para o desenvolvimento do Espírito Santo.

Arquivo obras Rodovia do Sol

Arquivo obras Rodovia do Sol


Por meio do Serviço de Auxílio ao Usuário (SAU – 0800 979 00 60), a empresa oferece todos os serviços necessários aos usuários. Tais como:

  • Resgate mecânico com guinchos leves e pesados;
  • Primeiros socorros com desencarceramento e remoção de vítimas;
  • Inspeção de tráfego;
  • Recolhimento de animais na rodovia;
  • Caminhão pipa;
  • Bases de apoio;
  • Sistema de vídeo monitoramento;

Ao longo dos 67,5 Km de extensão do Sistema Rodovia do Sol, existem três bases operacionais do SAU, nos quilômetros 0, 19,0 e 50,0. Todas elas contam com, no mínimo, uma ambulância e um guincho. Três caminhonetes realizam constantemente inspeções nas vias para garantir toda segurança aos usuários.

Entre outros veículos, a RodoSol conta ainda com um carro pipa e uma caminhonete para recolhimento de animais, que representam de acidentes.  Por conta disso, a Rodosol desenvolveu o projeto “Peões do Asfalto”, pelo qual uma equipe de peões fica de prontidão para eventuais recolhimentos e espanto de animais. Todos esses serviços citados são gratuitos e funcionam 24 horas.

O Centro de Controle Operacional (CCO) monitora a Terceira Ponte e a Rodovia do Sol durante todo o dia.  Por meio das 32 câmeras instaladas até o km 40,0, a Rodosol garante segurança e mais agilidade nos serviços prestados.

Centro de Controle Operacional

Programas e ações


Desenvolvemos programas voltados para as comunidades do entorno da Rodovia do Sol e os usuários das vias. A preocupação ambiental é uma constante nos projetos da empresa. Por meio do Rodoverde, a Rodosol promove ações de educação sócioambiental junto aos seus públicos. Muitas dessas ações têm como tema, naturalmente, a educação no trânsito.

Dentro do Rodoverde já são desenvolvidos, por exemplo, ações voltadas para ciclistas, pedestres e alunos de escolas do entorno da Rodovia do Sol. Nessas escolas levamos, entre outras atividades, teatros e oficinas educativas sobre trânsito e meio ambiente.

Durante todo o ano, a Rodosol realiza ações pontuais com o objetivo de estimular a formação de uma consciência de trânsito e ambiental. Como, por exemplo, o Pit Stop. Os motoristas são abordados e recebem material educativo, além de poderem contar, entre outros serviços, com checagem de itens dos veículos por um profissional.

Também desenvolvemos parcerias com importantes instituições capixabas, como o Detran. Do qual fomos parceiros, por exemplo, no projeto “Ligado no Trânsito”, vencedor do prêmio Colibri de melhor campanha de 2011.

Confira os novos valores das tarifas:

Valores reajuste 2012



Compartilhe: Permalink:

O projeto “Ligado no Trânsito”, desenvolvido pelo Detran-ES, com apoio da Rodosol, recebeu o troféu de  campanha do ano no prêmio Colibri 2011, festival que reúne os melhores trabalhos publicitários do ano no cenário capixaba.

Nesta edição do festival, foram inscritos mais de 400 campanhas, sendo que 130 delas passaram para a segunda etapa. Um júri de três profissionais escolheu as três melhores peças.

“O ‘Ligado no Trânsito’ foi a consolidação de um trabalho que o Detran faz para chamar a atenção da sociedade para a importância da conscientização”, destaca Gilbert Machado, diretor executivo da E-Brand, a agência que desenvolveu o projeto.


#LigadoNaTransito na @RodoSol

O projeto e a parceria com a Rodosol


O “Ligado no Trânsito” é um projeto que tem por objetivo conscientizar os motoristas capixabas, principalmente os jovens, para um trânsito mais seguro. Com ações voltadas para esse público, usando, por exemplo, as mídias sociais, a campanha teve um resultado muito positivo e alcançou visibilidade nacional.

Um das ações desenvolvidas foi o “motorista da rodada”. As melhores frases enviadas pelos internautas e postadas no twitter da campanha (@ligadotransito), participaram de uma votação na rede social e os escolhidos ganharam ingressos para festa Pool Party, uma das mais badaladas do verão em Guarapari.

Eles puderam convidar mais três amigos, mas um deles deveria ser o motorista da rodada. Uma equipe do Detran-ES acompanhou os amigos e gravou vídeos da galera antes e depois do “rock”, que foram parar no YouTube.

Outra ação que ficou muito conhecida foi a “Ligado no Trânsito no Rock”. O Detran escolhia um grupo de amigos e pagava o táxi da balada para eles. A ideia era gravar vídeos antes e depois das baladas e mostrar a diferença que o álcool provoca no comportamento dos jovens. Até um funk foi produzido com as falas dos jovens “alegres” e lançado na internet.

A Rodosol apoiou o “Ligado no Trânsito”, por exemplo, com o “Concientize o Capixaba”. As melhores frases com mensagens educativas enviadas com o @ligadotransito eram escolhidas para serem exibidas nos painéis eletrônicos da Terceira Ponte. Além disso, o perfil da Rodosol tuitava e retuitava mensagens do @ligadonotransito e postava em seu blog informações sobre o projeto.

#LigadoNoTrânsito

 

Os blogueiros e tuiteiros que participavam do “Ligado no Trânsito” além da equipe do projeto fizeram uma visita e conheceram como opera a Rodosol. “A Rodosol sempre foi parceira do Detran, e o prêmio só veio consolidar essa relação. A ideia é continuar criando ações na internet. A gente já planeja 2012 e conta com a Rodosol como parceira nesse projeto”, destaca Gilbert.

 

#LigadoNoTrânsito


Confira o vídeo da visita de quem é Ligado no Trânsito

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1mZnN08-1OQ[/youtube]


Confira o Funk Ligado no Trânsito:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4IFZPgu_L0k&feature=youtu.be[/youtube]

Compartilhe: Permalink:
6 dez de 2011 Comente aqui

Conhece o Código Q?

Publicado às 15:21

Além de dar praticidade e agilidade à operação na rodovia, os códigos utilizados pelo Centro de Controle de Operações (CCO) despertam a curiosidade de quem está fora da sala de controle.

QRA, QAP, TKS, VQ 05 A, TA 09. Quem trabalha na RodoSol já escutou alguns desses códigos pelos corredores ou na praça de pedágio. Utilizado pelas Forças Armadas, Bombeiros e outras organizações, o Código Q, como é popularmente conhecido, também é a linguagem oficial do Centro de Controle de Operações (CCO), na RodoSol.

São, ao todo, 156 códigos. O operador do Centro de Operações de Controle (CCO) Waslan Pampolim é um dos craques no assunto. Com seis anos de experiência na empresa, o operador começou na área de inspeção de tráfego, onde o Código Q também é a lingua-mãe.

Entre as curiosidades do “dialeto”, Waslan explica que cada letra do alfabeto é dita através da pronúncia de uma palavra. O objetivo é evitar problemas de compreensão com quem está do outro lado da linha.

“Se eu precisar falar a placa de um veículo, ABC 1264. Eu vou dizer Alfa, Bravo, Charlie… Essas são as palavras para comunicar as letras ABC”, explica. Os códigos usados pela RodoSol se dividem em três grupos, AC (acidentes), VQ (ocorrências), TA (outros eventos) e PR (providências). Em caso de necessidade, novos códigos podem ser acrescentados ou adaptados pela empresa.

Para o gerente de atendimento, André Beltrane, é fundamental existir praticidade e clareza na comunicação interna e também agilidade no atendimento ao usuário. “Acho até que a linguagem do CCO poderia ser utilizada no dia a dia. Se você quiser chamar a família para um almoço é só dizer ‘QRE’ e fica tudo certo”, brinca com o código, criado na empresa para liberar alguém da operação para o almoço.


Conheça alguns códigos e seus significados:


Compartilhe: Permalink:

Para melhor atender os seus usuários em conforto e segurança, a Rodosol concluiu ontem um levantamento das condições de refletância de toda a sinalização horizontal e vertical ao longo do Sistema Rodovia do Sol, que inclui a Terceira Ponte e a Rodovia do Sol.

Ao todo foram vistoriadas 883 placas, espalhadas ao longo dos 67,5 Km que compõe as duas vias do Sistema Rodovia do Sol. O objetivo dos técnicos é checar se as condições de refletância dos itens que compõe a sinalização das pistas, como placas, olhos-de-gato e até mesmo as faixas, estão de acordo com as normas do Programa de Exploração Rodoviária (PER).

Por este documento, elaborado pelo Departamento de Estradas de Rodagens (DER-ES), a Rodosol segue todas as medidas de segurança para garantir a seus usuários as condições ideais de direção. Conforme o resultado do laudo de avaliação da sinalização será providenciada a troca das placas usadas por novas unidades. Ainda neste mês, a Rodosol iniciará também a troca dos olhos-de-gato em toda a extensão do Sistema Rodosol.

Compartilhe: Permalink:

A RodoSol realizou, no dia 23 de setembro, uma ação surpresa do Dia Nacional de Combate ao Estresse. A abordagem teve início nas redações dos principais veículos de comunicação do Estado e foi finalizada na praça de pedágio da Terceira Ponte. Tanto os jornalistas, quanto os usuários do Sistema Rodovia do Sol receberam um frasco com pílulas antiestresse.

Hoje, dia 23 de novembro, chegou a vez dos funcionários da empresa. A ação faz parte do dia de Combate ao Estresse da Semana de Hábitos Saudáveis. Os funcionários ganharam momentos relaxantes com massagens e a fórmula mágica para combater o estresse: pílulas de sabedoria antiestresse.

As pílulas, semelhantes às de remédios, contém frases de motivação como, por exemplo:

“Reúna os amigos no meio da semana para uma partida de futebol, além de relaxar e se divertir, você vai ganhar um ânimo novo para o restinho da semana.”

“Quando enfrentar um congestionamento, escolha uma trilha sonora mais calma. Música agitada e volume alto provocam inquietação, o que não ajuda muito nessa hora.”

“Faça planos para o final de semana. Você vai ver como seu momento estressante vai passar rápido. “

“Já reparou que você vai passar por um dos mais famosos cartões postais do Espírito Santo?”



Ação Praça de Pedágio


Durante a ação na praça de pedágio os usuários foram abordados pelo personagem Dr. Antiestresse, que dizia ser o descobridor da fórmula para acabar com o nervosismo em excesso. Sempre com muito bom humor, o personagem andou entre os carros, presenteou alguns usuários com os frascos de pílulas e arrancou boas gargalhadas de quem passava pelo local. Também foram abordados usuários nos pontos de ônibus nas imediações da praça de pedágio.

Foram distribuídos 750 frascos das pílulas antiestresse.  A proposta da ação é mostrar que pequenas atitudes e mudanças de comportamento podem evitar o estresse e melhorar a qualidade de vida. O projeto foi elaborado e produzido pelas agências 4Ps e Liga de Marketing.

Compartilhe: Permalink:
17 nov de 2011 Comente aqui

Programa “RodoSol Portas Abertas”

Publicado às 16:48

A RodoSol desenvolve um trabalho pioneiro no Espírito Santo aprimorado a cada ano. A partir da experiência acumulada e do reconhecimento dos desafios do processo de produção de uma nova cultura com o meio ambiente e operação da rodovia, a RodoSol recebe visitantes para que possam conhecer o funcionamento de uma concessionária de rodovia.

Diante do compromisso de garantir padrões de segurança, conforto e bem- estar do usuário, respeitando o meio ambiente, a Concessionária promove visitas monitoradas com o intuito de promover troca de conhecimentos e experiências de práticas sustentáveis.

Recebemos, mensalmente, usuários, estudantes, profissionais e pesquisadores das mais diversas áreas em seu programa de visitas “RodoSol Portas Abertas”. As visitas têm início na Terceira Ponte, onde está a sede da concessionária e são encerradas no laboratório de meio ambiente, na base do Serviço de Auxílio ao Usuário (SAU), no quilômetro 50, onde é realizado o programa de monitoramento e proteção da fauna silvestre, que é referência em proteção de animais às margens de rodovias no Brasil.

Recepcionamos um grupo de alunos do curso de mestrado em veterinária e biologia do Centro Universitário Vila Velha (UVV). Durante o percurso os alunos puderam conhecer um pouco de todo o trabalho desenvolvido pela RodoSol, desde a gestão da empresa, centro de controle operacional (CCO), controle de pedágio, veículos de resgate e, claro, o programa de meio ambiente. Conheceram, também, as passagens de fauna, que são meios subterrâneos e aéreos que permitem a travessia de animais de forma segura. O grupo foi acompanhado pelo consultor em meio ambiente da RodoSol, Ricardo Braga, pela bióloga Franciane Almeida e pela consultora em educação ambiental, Tereza Pinto.

Compartilhe: Permalink:

 

#FATO: O cumprimento é rigoroso, obedecendo às condições contratuais.


As concessionárias têm o contrato como balizador de suas atividades, tanto no que se refere às condições de operação das rodovias, como em relação à execução de obras, inspeção de pistas e prestação de serviços aos usuários.

Os contratos podem ser alterados pelo poder concedente, desde que na alteração se mantenha o equilíbrio econômico-financeiro estabelecido inicialmente. Modificações têm ocorrido em decorrência da necessidade de obras não previstas, adiamento de obras cuja urgência deixou de existir em função de tráfego menor que o previsto, considerações ambientais e outras.

O equilíbrio econômico-financeiro do contrato precisa ser mantido para que a concessionáriapossa atender a seus compromissos, feitos com base nas condições contratuais. Houve algumas ocasiões em que o governo (poder concedente) alterou unilateralmente o contrato, não autorizando o reajuste nas épocas previstas, ou exigindo obras que não constavam do instrumento assinado com a concessionária, sem compensar essas alterações, o que levou a desequilíbrios econômico-financeiros. Quando isso acontece, a concessionária pode não ter condições de cumprir as metas e obras pactuadas, pela falta dos meios necessários.

Texto extraído da Publicação Pedágio: Mitos e Fatos (ABCR).

Compartilhe: Permalink:

A Concessionária Rodovia do Sol S/A é a empresa responsável pela administração, operação e manutenção do Sistema Rodovia do Sol e tem como missão atuar para garantir a segurança, o conforto e o bem-estar dos usuários, além de promover o desenvolvimento regional, respeitando o meio ambiente.

Criada em 1998, após vencer licitação para prestar o serviço, a RodoSol conquistou a excelência em atendimento, certificada pela ISO 9001. Porém, nestes 12 anos de concessão surgiram alguns mitos em torno da concessionária com relação à cobrança de pedágio, reajuste da tarifa, dívida da obra de construção da Terceira Ponte, cumprimento de contrato, entre outros. Vamos esclarecer algumas das principais dúvidas dos usuários e cidadãos capixabas.

Os questionamentos esclarecidos aqui partiram de seguidores do @RodoSol.

Compartilhe: Permalink: