24 abr de 2012 1 comentário

RodoSol intensifica campanha de conscientização de motociclistas

Publicado às 20:02

O aumento do fluxo de motocicletas nos últimos anos fez com que a RodoSol reforçasse o seu trabalho de educação e trânsito junto à essa categoria. Recentemente intensificamos a campanha Motociclista Consciente, com a instalação de placas e adesivos educativos nas quatro cabines exclusivas de motos da Terceira Ponte, duas no sentido sul (Vitória-Vila Velha) e duas no sentido norte (Vila Velha X Vitória).

A própria adoção, em 2007, de pistas exclusivas para motos, as motovias, foi uma iniciativa pioneira da RodoSol no país para atender ao aumento de demanda desses veículos. Além da campanha visual, a RodoSol também promoveu a distribuição de panfletos aos motociclistas e utiliza o twitter (@RodoSol) para dar dicas e orientações à eles. Toda essa preocupação e mobilização em torno dessa categoria se explica pelos números.

Dados do Centro de Controle Operacional (CCO) da RodoSol, revelam que o número de motociclistas que utilizaram a Terceira Ponte saltou de 55 mil, em 2001, para 202,7 mil, em 2011. Na Rodovia do Sol, as estatísticas são ainda mais notórias.  Os números mostram um fluxo de motos quase cinco vezes maior: de 3,6 mil subiu para 14,6 mil por mês.

No ano passado foram registrados 236 acidentes envolvendo motos, somando a Terceira Ponte e a Rodovia do Sol. Para o gerente do Núcleo de Atendimento ao Usuário da RodoSol, André Baltrane, a falta de respeito entre os condutores é um dos fatores causadores de acidentes. 

“O que vemos hoje no trânsito é uma disputa veroz, onde cada um quer tirar vantagem e a gentileza deixou de existir. O resultado são os muitos acidentes envolvendo todas as categorias. As motos, como são menores saem mais prejudicadas”, argumenta. 

Considerando somente a Terceira Ponte, houve uma redução de 17,5% em relação aos acidentes envolvendo moticletas de 2010 para 2011. Para André Beltrane, essa redução é fruto de campanhas educativas, como por exemplo, em sites, blogs, na mídia televisiva e por meio de panfletagens.

Estado

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES), a frota de motocicletas no Espírito Santo vem aumentando a cada ano. Na última contagem, fechada em fevereiro deste ano, ela estava em 398.271 veículos. Com tantas motos trafegando pelas vias, o número de atendimentos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) envolvendo esses veículos também aumenta a cada ano. Só nos três primeiros meses deste ano, já foram atendidas 1652 ocorrências, quase quatro vezes mais que em 2006 inteiro.   

Compartilhe: Permalink:

Faça seu comentário

*O e-mail não será divulgado no seu comentário › Conheça nossa política de comentários

Alterando sua foto

Para a sua foto aparecer em seus comentários, é só seguir os passos abaixo:

- Faça um cadastro no site Gravatar, com upload da foto.

- Ao comentar nas postagens, preencha o campo com o mesmo e-mail que você cadastrou no Gravatar.