A RodoSol entregou mais um cheque da Campanha Troco Pedágio e, desta vez, a instituição beneficiada foi a Associação dos Amigos dos Autistas do Espírito Santo, a Amaes. Eles receberam mais de mais de R$ 3 mil dos usuários do Sistema Rodovia do Sol.

“Quem contribui e mantêm esta campanha em funcionamento são os usuários que, de forma voluntária, doam seu troco para as instituições. A RodoSol é grata a todos aqueles que sabem o valor e a importância desta campanha”, diz o Diretor Presidente da RodoSol, Geraldo Dadalto.

As doações são feitas nas caixas de arrecadação, que ficam nas cabines de cobrança das praças de pedágio da Terceira Ponte, em Vitória, e da Praia do Sol, em Guarapari. Aqueles que desejam, colocam suas moedas nas caixas e contribuem com a instituição participante. A Amaes participou por cerca de 90 dias e arrecadou R$3.245,75.

A Amaes atua na luta pela defesa e garantia dos direitos das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e seus familiares, acolhendo, informando e prestando atendimento, para incentivo à autonomia e dignidade desse público.

Atualmente, quem participa da campanha Troco Pedágio é a instituição Despertar para a Vida.

 

 

 

Saiba como participar

Cada entidade, após análise e aprovação pela empresa, tem o direito de participar da campanha por 90 dias. Para isso, a entidade deve comprovar a realização de atividades sem fins lucrativos e estar inscrita nos órgãos competentes e em situação regular. É necessário também apresentar a cópia do estatuto social com alterações e CNPJ, relatório apresentando a instituição e os responsáveis, público-alvo, objetivo de utilização do valor arrecadado e a certidão negativa de débitos – INSS, FGTS e Receita Federal.

As solicitações de inscrição podem ser encaminhadas pelos seguintes meios:

Fax: 3334 – 7801 / 3334 – 7851

E-mail: relacionamento@rodosol.com.br

Carta Ofício: Concessionária Rodovia Sol S/A., Rua Tenente Mário Francisco Brito, 415, Enseada do Suá, CEP: 29050-555, Vitória – ES; aos cuidados do setor de Comunicação Corporativa

 

Compartilhe: Permalink:

 

Neste domingo (18) a Terceira Ponte estará parcialmente interditada para realização do evento “Pedalaço do Aeroporto”. A previsão é que interdição aconteça apenas em uma pista, das 07h00 às 11h00.

Os ciclistas sairão da Prainha, em Vila Velha, passando pela Terceira Ponte, com destino ao Aeroporto, em Vitória. Eles usarão a pista da direta (sentido norte) e a da esquerda estará livre para passagem de veículos, de 07h00 às 08h30 . O retorno também acontecerá pela Terceira Pone, interditando a pista da direta (sentido sul), de 09h30 às 11h00. 

Haverá devida sinalização e apoio da Polícia Militar e Guarda de Trânsito. A RodoSol orienta que os motoristas tenham atenção ao passar pelo trecho e respeitem o limite de velocidade.  

O evento é promovido pela Secretária da Casa Militar em comemoração ao Novo Aeroporto de Vitória. A concentração será na Prainha, em Vila Velha, às 6h30, e o pedal começa às 7h30. Na concentração, a camisa do evento será trocada por 2kg de alimentos não perecíveis, que serão doados para entidades. 

Compartilhe: Permalink:

Um dos principais cartões postais do Estado e importante via da região metropolitana capixaba, a Terceira Ponte, exige cuidados especiais e, por isso, passa constantemente por manutenções preventivas e corretivas. Desta vez, a RodoSol está utilizando a técnica do Alpinismo Industrial para fazer reparos na estrutura de concreto e, assim, garantir mais segurança e conforto aos usuários que utilizam a via.

O trabalho, que começou nesta semana,  acontecerá até o início do próximo mês. Durante este período, os profissionais realizam pequenos reparos para deixar a Ponte em perfeitas condições e evitar manutenções maiores ao longo do tempo. Os pontos foram escolhidos de acordo com o plano de manutenção da Terceira Ponte, que prevê inspeções e correções em toda a estrutura.

O recurso também é utilizado pela concessionária quando há necessidade de retirar amostras do concreto dos pilares para avaliações.

Os procedimentos realizados na Terceira Ponte se tornaram referência nacional, despertando interesse de engenheiros e pesquisadores de todo o País, que vêm ao Estado para conhecer o trabalho. Para Geraldo Dadalto, o trabalho é uma forma de garantir a vida útil da ponte e, consequentemente, a segurança dos usuários que trafegam por ela. “Aumentamos a vida útil da Terceira Ponte de 50 para 100 anos a partir do uso adequado da tecnologia e dos recursos da Engenharia”, afirma.

A manutenção é realizada sob a coordenação da Recuperação Engenharia. A empresa mineira é responsável por projetos de manutenção e restauração em todo o País, entre eles, a Igreja da Pampulha, em Belo Horizonte, a Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro e o Rodoanel, em São Paulo.

 

 

 

Compartilhe: Permalink:

 
O Programa de Proteção e Monitoramento de Animais Silvestres, chamado É o Bicho, foi material de estudo para um grupo de universitários que pesquisaram sobre o vírus da raiva em animais da Mata Atlântica. O estudo foi publicado na revista científica internacional Journal of Microbiology & Experimentation em janeiro deste ano.

Os estudantes da Universidade de Vila Velha (UVV), em parceria com a equipe da RodoSol, coletaram amostras nas carcaças da espécie Cerdocyon thous, conhecido como Cachorro-do-mato, animal silvestre presente no entorno da Rodovia do Sol, para realizarem estudos sobre a presença do vírus da raiva nesta espécie.

As amostras biológicas coletadas em  16 carcaças desta espécie  foram analisadas, congeladas e enviadas ao Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo. Todas passaram por exames complexos e confiáveis, comprovando a ausência da doença nestes animais. 

O local foi escolhido devido a área verde preservada (compreendendo o Parque Estadual Paulo César Vinha e o Parque Municipal de Jacarenema) e pelo trabalho realizado pela concessionária, que atua 24 horas no monitoramento da fauna silvestre da região. O estudo ocorreu entre 2012 e 2015.

A RodoSol possui profissionais capacitados para atender toda necessidade ambiental do local, entre eles uma bióloga, um tecnico, e um engenheiro agrônomo,. O programa É o Bicho também é referencia para diversos estudos e tem parcerias com instituições de ensino que realizam diversos trabalhos acadêmicos com o material disponibilizado pelo programa.

De acordo com o artigo, a ocorrência de vírus da raiva é considerado uma grande ameaça à conservação de animais selvagens e domésticos. “A capacidade do vírus para invadir e se sustentar em uma variedade de hospedeiros de mamíferos é uma questão de grande preocupação, assim, a raiva selvagem pode surgir como um problema de saúde pública, devido à sua distribuição global. Na América Latina, os países estão trabalhando para diminuir a incidência do vírus através do controle da doença em animais”.

Conheça o programa É o Bicho

O É o Bicho é um programa de Proteção e Monitoramento de Animais Silvestres, executado em parceira com a OSCIP Sociedade Sinhá Laurinha, que tem o objetivo de proteger e monitorar a fauna silvestre existente no entorno da Rodovia do Sol. Ele possui quatro subprogramas: o monitoramento de fauna silvestre morta por atropelamento, o resgate de fauna debilitada na Rodovia do Sol, a educação e comunicação ambiental e o monitoramento dos sistemas de comunicação destinados à passagem de fauna (faunodutos).

Existe desde 2000, quando foi criado pela Concessionária Rodovia do Sol para atender às necessidades ambientais da região. Pioneira na execução do projeto, a RodoSol trabalha constantemente na proteção da fauna e flora do entorno da Rodovia, além de realizar ações de sensibilização ambiental com os usuários do Sistema.  

Saiba mais: https://www.rodosol.com.br/socioambiental/meio-ambiente/e-o-bicho

Leia o artigo na íntegra: http://medcraveonline.com/JMEN/JMEN-06-00179.pdf

Compartilhe: Permalink:

Para oferecer mais segurança àqueles que trafegam pelo trecho concessionado durante o verão, a RodoSol reforçou as equipes e está realizando a Operação Verão. No feriado de carnaval haverá também a Operação Presença e apoio da Polícia Militar na fiscalização.

A Operação Verão é uma ação da RodoSol que visa oferecer mais segurança a quem passa pelo trecho concessionado. Além de reforçar o atendimento de emergência e proporcionar mais fluidez ao trânsito, a ação também intensifica as ações de conservação, que mantem a Rodovia em condições ideais de trafegabilidade.

Já a Operação Presença é uma das estratégias da Operação verão, que mantem uma estrutura posicionada em pontos críticos, com sinalização de cones e veículos com giroflex, alertando para a necessidade de direção mais segura. 

A Rodosol atua com as equipes de plantão 24 horas para atender, o mais rápido possível, os incidentes que podem ocorrer. A atuação é intensa com apoio de guinchos pesados e leves, ambulâncias, carro pipa, motos, carro para captura de animais e viaturas de inspeção.

A concessionária alerta para ações de direção defensiva e manutenção preventiva do veículo, que são ações que podem prevenir acidentes. “A RodoSol está disponível para realizar atendimento sempre que o usuário necessitar, porém, é fundamental que todos, inclusive pedestres, tenham  consciência de suas ações e contribuam para termos um trânsito mais humano e seguro”, comenta Geraldo Dadalto, Diretor Presidente da RodoSol.

Geraldo ainda lembra que para ser atendido pela equipe de emergência não é necessário estar com o comprovante de passagem, entregue nas Praças de Pedágio, basta estar no trecho concessionado.  

Informações úteis:

Em caso de emergência, ligue para o Serviço de Auxílio ao Usuário no 0800 979 0060. Este número poderá ser usado para alertar sobre acidentes, focos de incêndio, animais ou objetos na pista e demais ocorrências.

Há três bases operacionais para auxiliar o usuário. Elas ficam nos quilômetros 0, 19,0 e 50,0.

Compartilhe: Permalink:

 

Para garantir tranquilidade e segurança durante a viagem é preciso realizar algumas tarefas antes de pegar a estrada. A manutenção preventiva no veiculo é indispensável, por isso, confira algumas dicas para evitar contratempos e aproveitar o feriado.

Cuidar do seu veículo é, antes de tudo, contribuir para um trânsito mais seguro e, consequentemente, zelar por aqueles que aproveitarão o feriado com você.  Uma simples atitude antes de viajar pode evitar estresse, preocupações e gastos desnecessários.

De acordo com André Beltrane, gerente de atendimento da RodoSol, esta é a hora de fazer uma revisão no veiculo. “Apesar dos compromissos diários, é preciso separar um tempo para fazer um ‘checkup’ do veículo, pois qualquer dano pode trazer graves consequências”.

“É importante que cada um faça sua parte e se preocupe, realmente, com a situação que irá colocar o veículo para trafegar. Não podemos deixar o clima de festa ser maior que o cuidado e a prevenção”, acrescenta André.

No período de carnaval, o trânsito na Rodovia do Sol aumenta cerca de 30%, o que acarreta em mais acidentes e panes. Dados da Concessionária mostram que, no feriado de 2017, foram registrados, em todo sistema, 118 incidentes envolvendo panes mecânicas, elétrica e seca.

Segundo dados da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) em 2016 o número de veículos atendidos nas estradas do país ultrapassou os 2,3 milhões. Entre as principais causas estão panes mecânicas (+933 mil), panes elétricas (+80 mil), trocas de pneus (+222mil) e panes secas (+145 mil).

Confira algumas dicas que o site SEGS sugeriu para não ficar na estrada:

– Um dos equipamentos de segurança mais importante do carro são os freios, então, trocar os fluídos em média uma vez por ano é indispensável. Discos de freio, pastilhas, tambores e outras peças do sistema devem ser revisados a cada 10 mil quilômetros. Se você tem sistema ABS, verifique o sistema eletrônico e se todos os componentes e sensores estão em perfeito funcionamento;

– Fique sempre atento a quilometragem e as necessidades das trocas dos óleos lubrificantes e dos filtros. Em média a cada 10 mil quilômetros ou a cada seis meses as trocas devem ser realizadas. Deixar essa manutenção preventiva para depois pode causar danos irreversíveis ao motor e grandes prejuízos ao bolso. Se o carro for de direção hidráulica, as trocas do óleo da caixa de direção também são necessárias;

– Sair de casa com pneu careca, nem pensar! O limite de segurança de um pneu é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos. Abaixo dessa medida, o pneu já passa a ser considerado “careca” e o veículo pode ser apreendido. Alinhar e balancear os pneus também são itens de segurança básico. E não se esqueça de conferir a calibragem;

– Triângulo, macaco e chave de roda são os itens necessários. Não confira apenas se estão no carro, faça uma checagem de funcionamento: um triângulo com a haste de apoio quebrada não serve para nada;

– Não se esqueça de conferir o nível da água para que a temperatura ideal do motor seja mantida. O reservatório de líquido de arrefecimento mostra o nível correto por meio de uma marcação, por isso, é importante verificá-la antes de viajar;

– As palhetas dos vidros dianteiros e traseiros são itens essenciais de segurança. Sempre verifique se as borrachas estão ressecadas e substituam quando necessário.

– Sistema elétrico, faróis e lâmpadas também são itens indispensáveis de segurança. É importante fazer um check-up na bateria, no motor de partida, no alternador e em todas as lâmpadas e fusíveis do carro.

– A manutenção não deve ser feita somente para viajar, na volta, o melhor a fazer é levar o veículo para outra verificação geral. Os filtros de ar, óleo, combustível e ar-condicionado podem ter acumulado impurezas. Se o carro tiver ido ao litoral, ou se trafegou de forma intensa em estradas de terra, faça uma limpeza cuidadosa da carroceria e cabine. Manter o veículo limpo facilita a identificação de eventuais vazamentos de óleo e outros fluídos.

Confira matéria na íntegra: http://www.segs.com.br/veiculos/101105-conheca-5-itens-importantes-para-verificar-no-carro-antes-de-viajar-no-feriado-de-carnaval.html

Saiba mais:

A Concessionária Rodovia do Sol realiza atendimento 24 horas em todo o trecho, que vai da Terceira Ponte, em Vitória, ao trevo de Meaípe, em Guarapari.  Para atender ao usuário estão disponíveis ambulâncias, guinchos leves, guincho pesado, veículos de inspeção, carro pipa, carro para apreensão de animais, moto e veículos administrativos, além da parceria com Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Para emergência, ligue 0800 979 0060

 

Compartilhe: Permalink:

A Concessionária Rodovia do Sol repassou, em 2017, quase quatro milhões em Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) para as prefeituras de Guarapari, Vila Velha e Vitória. O valor é correspondente aos serviços prestados em cada município.

O ISSQN é um tributo entregue aos municípios onde se presta qualquer tipo de serviço e, no caso da RodoSol, é referente a atuação no trecho concessionado, que vai da Terceira Ponte ao trevo de Meaípe.

O município de Guarapari recebeu R$1.557.582,61, Vila Velha R$1.951.584,25 e Vitória R$281.103,91. Esses valores são calculados a partir da arrecadação de tarifa e a extensão da via dentro de cada município, o que explica, por exemplo, o valor recebido por Vila Velha, lugar que recebe o maior volume de veículos.

De acordo com Ednilson Santos e Silva, gerente da RodoSol, a contagem de veículos nas praças de pedágio são validadas por meio de auditorias e testes da receita, que comprovam a veracidade dos dados. “A concessionária, como qualquer outra empresa, paga ISSQN aos municípios em que presta serviço. Todos os dados são repassados e validados e estão, inclusive, no site da transparência”, explica.

 
 

Compartilhe: Permalink:

Uma experiência única, enriquecedora e muito produtiva. Foi com essas palavras que o Assistente de Tecnologia da Informação da RodoSol, Leandro Marcolino, descreveu a visita que fez ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo, no início de janeiro.

O profissional de T.I e também estudante de engenharia visitou o IPT e trouxe conhecimento e tecnologia para serem aproveitados no funcionamento do Sistema Rodovia do Sol.  Na ocasião, ele levou o anemômetro para ser avaliado e pode conhecer uns dos maiores institutos de pesquisa do Brasil.

O anemômetro, que fica no vão central da Terceira Ponte, é um equipamento que emite, constantemente, informações sobre a velocidade vento.  Ele serve de referência, por exemplo, para as operações de porto, navegação, esportistas e também para os usuários que trafegam pela via.

“Fiquei feliz por essa oportunidade, pois, como estudante de tecnologia, realizei um sonho e, como funcionário da RodoSol, pude constatar que escolhemos as melhores empresas para garantir bons resultados em nosso trabalho”, conta.

De acordo com Leandro, a simulação garante a seriedade dos dados emitidos pela RodoSol bem como a qualidade do equipamento. “Escolhemos levá-lo ao IPT porque confiamos no trabalho deles e, principalmente, porque oferecemos um bom serviço aos usuários”, explica.  

Em uma de suas experiências, ele visitou dois túneis de vento, que são equipamentos capazes de simular diversas situações ambientais, que podem ir de brisas a furacões.

Um túnel possui menor escala e é usado para aferir equipamentos menores. Já o outro, que tem 40 metros de comprimento, é usado para fazer simulações de ventos em cidades, prédios e estádios. Além de utilizar tecnologia de ponta para determinar o fluxo de ar e conquistar mais precisão.

Para verificar a velocidade do vento, basta acessar o link http://www.rodosol.com.br/_util/anemometro/ 

A equipe técnica que trabalha no túnel já realizou simulações para o Museu do Amanhã (SP), para a Copa do Mundo de 2014 (RJ) e Estádio do Castelão (CE) e, em janeiro de 2018, fez testes no anemômetro que fica instalado na Terceira Ponte.

Os testes foram realizados pelos técnicos André Barsagline e Vitor Ayres, que são orientados pelo engenheiro em aerodinâmica industrial e engenharia do vento, Dr Gilder Nader.

Saiba mais sobre o IPT

O IPT é um instituto vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo e há mais de cem anos colabora para o processo de desenvolvimento do País.

Um dos maiores institutos de pesquisas do Brasil, o IPT conta com laboratórios capacitados e equipe de pesquisadores e técnicos altamente qualificados, atuando basicamente em quatro grandes áreas – inovação, pesquisa & desenvolvimento; serviços tecnológicos; desenvolvimento & apoio metrológico, e informação & educação em tecnologia.

Compartilhe: Permalink:

Para garantir qualidade e, consequentemente, segurança e conforto aos usuários, a RodoSol realiza mais uma inspeção na Terceira Ponte. Desta vez, a equipe técnica analisará o caixão metálico, a estrutura que fica no vão central e possui mais de 700 metros.

O que será feito são os chamados ensaios, que são métodos de engenharia para verificar locais estratégicos. Ao todo são mais de 200 pontos que serão avaliados por meio de ultrassom e líquido penetrante, técnicas de manutenção inovadoras que fornecem informações importantes sobre a integridade da estrutura.

A inspeção iniciará na primeira quinzena de janeiro e tem previsão para durar cerca de 15 dias. Após este período, é realizada uma análise e gerado um relatório para que haja o planejamento das correções, caso for necessário.

A concessionária realiza, constantemente, inspeções com objetivo de avaliar a construção e traçar planos de trabalho. A última análise feita no caixão metálico foi em 2013 e não constaram irregularidades relevantes.

O Caixão Metálico possui 714 metros de comprimento e 13 metros de altura, na parte mais alta.

Compartilhe: Permalink:

Desta vez quem está participando da campanha Troco Pedágio é a Associação dos Amigos Autistas Do Estado Do Espírito Santo (Amaes), uma instituição que, desde 2001, luta pela defesa e garantia dos direitos das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Eles receberão as doações feitas do dia 26 de novembro de 2017 a 25 de fevereiro de 2018.

O Troco Pedágio é uma campanha realizada pela Concessionária Rodovia do Sol, em parceria com a sociedade, que objetiva contribuir financeiramente com entidades e organizações sem fins lucrativos, situadas nos municípios em torno das Praças de Pedágio. O usuário que desejar contribuir deposita seu troco nas caixas de arrecadação e, ao final de 90 dias, o valor arrecadado é doado. As caixas estão fixadas nas cabines de cobrança de pedágio.

“A concessionária é apenas um meio para realizar esta doação. Os principais colaboradores são aqueles que trafegam pela ponte e pela rodovia e fazem as doações por meio das caixas de arrecadação. A RodoSol é grata a todos aqueles que sabem o valor e a importância desta campanha”, disse o presidente da RodoSol, Geraldo Dadalto.

A Amaes presta serviços clínicos e pedagógicos a cerca de 100 autistas, incentivando a melhoria das políticas públicas dos municípios e regiões, além de formação de novas instituições. A associação fica na Avenida Fernando Ferrari, Goiabeiras, Vitória.

Em 13 anos de realização, a Campanha atendeu 25 instituições e arrecadou mais de R$ 300 mil. O sucesso do programa só é possível graças a solidariedade e confiança dos usuários do Sistema Rodovia do Sol nos projetos desenvolvidos pela concessionária. A participação de cada um faz muita diferença para aqueles que irão usufruir dos benefícios gerados pela campanha.

 

Saiba como participar

Cada entidade, após análise e aprovação pela empresa, tem o direito de participar da campanha por 90 dias. Para isso, a entidade deve comprovar a realização de atividades sem fins lucrativos e estar inscrita nos órgãos competentes e em situação regular. É necessário também apresentar a cópia do estatuto social com alterações e CNPJ, relatório apresentando a instituição e os responsáveis, público-alvo, objetivo de utilização do valor arrecadado e a certidão negativa de débitos – INSS, FGTS e Receita Federal.

As solicitações de inscrição podem ser encaminhadas pelos seguintes meios:

Fax: 3334 – 7801 / 3334 – 7851

E-mail: relacionamento@rodosol.com.br

Carta Ofício: Concessionária Rodovia Sol S/A., Rua Tenente Mário Francisco Brito, 415, Enseada do Suá, CEP: 29050-555, Vitória – ES; aos cuidados do setor de Comunicação Corporativa

Compartilhe: Permalink: