No próximo domingo (28), a terceira Ponte estará parcialmente interditada para realização do evento “Pedalaço pela Paz, conte até 10”. A previsão é que interdição aconteça apenas em uma pista, das 07h30 às 10h00, nos dois sentidos.

Os ciclistas sairão da Praça do Papa, com destino a Vila Velha e depois retornarão para Vitória. Neste trajeto, passarão pela Terceira Ponte (sentido sul), utilizando a pista da direita e, enquanto isso, a pista da esquerda estará livre para passagem de veículos. Após percurso dentro do município, os ciclistas voltarão para Vitória pela Terceira Ponte (sentido norte), também utilizando apenas a pista da direita.

Durante o evento, as vias estarão devidamente sinalizadas. A RodoSol orienta que os motoristas tenham atenção ao passar pelo trecho e respeitem o limite de velocidade. Em caso de emergências, os usuários poderão ligar para o Centro de Controle o Operações da concessionária, que atua 24 horas no monitoramento da via.

Telefone de emergência da RodoSol: 0800 979 0060.

O evento

O passeio ciclístico “Pedalaço pela paz, conte até 10” é de cunho social e sem fins lucrativos. O objetivo é promover a paz e proporcionar lazer para integrar pessoas e famílias, além de arrecadar alimentos para entidades sociais e famílias carentes. O evento é realizado pela Central Única das Favelas (Cufa) em parceria com o (MPES), Governo do Estado, prefeituras de Vitória e de Vila Velha, a ONG Espírito Santo em Ação e empresas do setor privado.

Compartilhe: Permalink:

 

A RodoSol, por meio do Programa É o Bicho, está em parceria com o Instituto Federal do Espírito Santo repassando material de estudo para o Museu de Zoologia do Caparaó, em Alegre. A concessionária, que atua constantemente na preservação da fauna, colabora com desenvolvimento de projetos e pesquisas no estado.  

O museu fica dentro do Campus de Alegre e foi criado com intuito de promover a educação ambiental para os alunos e para a comunidade. A RodoSol reconhece a importância do projeto e realiza repasses de carcaças de animais silvestres, que são usadas para estudos acadêmicos, científicos e de conscientização ambiental.  

A concessionária realiza o monitoramento da fauna silvestre que habita no entorno da rodovia e atua, há muitos anos, na proteção das espécies. Lamentavelmente, alguns animais morrem atropelados, no entanto, suas carcaças ainda são aproveitadas, dando suporte a diferentes trabalhos acadêmicos, sendo usualmente destinadas às instituições de ensino.  

De acordo com o professor responsável pelo museu, Claudio Barberini Camargo Filho, todo o material repassado geram resultados positivos para aos cursos de Ciências Biológicas e Engenharia de Aquicultura, pois funciona como laboratório para os alunos. “A parceria com a RodoSol é essencial para mantermos o museu funcionando, pois somos abastecidos de conhecimento e experiências.  A morte dos animais é uma fatalidade e fazemos de tudo para que isso não aconteça, mas, quando acontece, no caso da Concessão Rodovia do Sol as carcaças são aproveitadas para realizar muitos estudos”, diz.  

Claudio enfatiza que o museu não realiza exposição de animais e que todas as carcaças repassadas pela RodoSol viram ciência. “Realizamos taxidermia (empalhamento), trabalhos científicos e mostramos para a sociedade a importância de preservarmos a natureza e garantir a sobrevivência dos bichos”, conta.  

Para Franciane Almeida, responsável pelo programa ambiental da RodoSol, esta é uma oportunidade de alcançar pessoas de diversas esferas através da educação ambiental realizada pelos monitores do museu e também, uma forma de destinar adequadamente as carcaças provenientes de uma situação tão triste que é o atropelamento. “Com a utilização desse material no meio acadêmico – científico, a RodoSol contribui para o desenvolvimento de diversas pesquisas, que proporcionam aos estudantes uma importante experiência durante sua formação, gerando ciência através das informações adquiridas sobre as espécies estudadas. Além de agir como uma importante ferramenta na sensibilização da sociedade quanto ao atropelamento de animais e da importância de respeitar os limites de velocidades, diminuindo assim os riscos de atropelar um animal e causar acidentes”, diz.

A RodoSol conta com inspetores de tráfego que, além de realizarem o monitoramento da via e atendimentos emergenciais à usuários, também trabalham em prol do meio ambiente. Quando eles se deparam com algum animal silvestre debilitado ou em situação de risco de atropelamento, ele o recolhe e o leva para o laboratório de fauna, situado na rodovia, onde é identificado e avaliado. Dependendo de cada situação, passa a receber os cuidados necessários, que vão desde o encaminhamento para atendimento veterinário, até a soltura no ambiente de origem para os casos de reintrodução. Já os animais que são encontrados mortos, eles são recolhidos, identificados e armazenados adequadamente em freezer, e posteriormente, encaminhados às instituições de ensino parceiras do Programa É o Bicho.

 

 

Entenda o programa É o Bicho 

O É o Bicho é um programa de Proteção e Monitoramento de Animais Silvestres, executado em parceira com a OSCIP Sociedade Sinhá Laurinha, que tem o objetivo de proteger e monitorar a fauna silvestre existente no entorno da Rodovia do Sol. Ele possui quatro subprogramas: o monitoramento de fauna silvestre morta por atropelamento, o resgate de fauna debilitada na Rodovia do Sol, a educação e comunicação ambiental e o monitoramento dos sistemas de comunicação destinados à passagem de fauna (faunodutos).

 Esse Programa existe desde 2000, quando foi criado pela Concessionária Rodovia do Sol para atender às necessidades ambientais da região. Pioneira na execução do projeto, a RodoSol trabalha constantemente  da fauna e flora do entorno da Rodovia, além de realizar ações de sensibilização ambiental com os usuários do Sistema.  

Saiba mais: https://www.rodosol.com.br/socioambiental/meio-ambiente/e-o-bicho 

Compartilhe: Permalink:

Desta vez quem está participando da campanha Troco Pedágio é o Instituto Luiz Braille do Espírito Santo (ILBES), uma organização não governamental que atua para melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência visual. Ele receberá as doações feitas do dia 14 de maio a 20 de agosto de 2017.

O instituto não possui fins lucrativos e presta serviços de assistência social, artístico, intelectual, profissional e saúde. O objetivo do ILBES é incentivar o ensino, prática esportiva, promover meio de trabalho e lutar pela integração social dos portadores de deficiência visual.

O Troco Pedágio é uma campanha realizada pela Concessionária Rodovia do Sol, em parceria com a sociedade, que objetiva contribuir financeiramente com entidades e organizações sem fins lucrativos, situadas nos municípios em torno das Praças de Pedágio. O usuário que desejar contribuir deposita seu troco em nossas caixas de arrecadação e, ao final de 90 dias, o valor arrecadado será doado. As caixas estão fixadas nas cabines de cobrança de pedágio.

O instituto foi criado em 1953 e atende, exclusivamente, pessoas com deficiência visual. O valor arrecadado será utilizado para melhorarem as instalações do prédio. Ele está localizado na Av marechal Mascarenhas de Moraes, no bairro Bento Ferreira, em Vitória. 

Em 12 anos de realização, a Campanha atendeu 25 instituições e arrecadou mais de R$ 285 mil. O sucesso do programa só é possível graças a solidariedade e confiança dos usuários do Sistema Rodovia do Sol nos projetos desenvolvidos pela concessionária. A participação de cada um faz muita diferença para aqueles que irão usufruir dos benefícios gerados pela campanha.

 

Saiba como participar

Cada entidade, após análise e aprovação pela empresa, tem o direito de participar da campanha por 90 dias. Para isso, a entidade deve comprovar a realização de atividades sem fins lucrativos e estar inscrita nos órgãos competentes e em situação regular. É necessário também apresentar a cópia do estatuto social com alterações e CNPJ, relatório apresentando a instituição e os responsáveis, público-alvo, objetivo de utilização do valor arrecadado e a certidão negativa de débitos – INSS, FGTS e Receita Federal.

As solicitações de inscrição podem ser encaminhadas pelos seguintes meios:

Fax: 3334 – 7801 / 3334 – 7851

E-mail: relacionamento@rodosol.com.br

Carta Ofício: Concessionária Rodovia Sol S/A., Rua Tenente Mário Francisco Brito, 415, Enseada do Suá, CEP: 29050-555, Vitória – ES; aos cuidados do setor de Comunicação Corporativa

Compartilhe: Permalink:

Com objetivo de divulgar o Maio Amarelo e conscientizar a população sobre questão de segurança no trânsito, a Concessionária Rodovia do Sol promoveu um show na Praça de Pedágio da Terceira Ponte, em Vitória, ES. A apresentação aconteceu no dia 12 de maio e atingiu cerca de 23 mil usuários, além da população do entorno.

O mês de maio é dedicado às ações de conscientização por um trânsito mais seguro em todo território mundial. Sabendo disso, a RodoSol não fica de fora dessa campanha, abraça a causa e promove diversas atividades que envolvem a sociedade e os usuários do Sistema Rodovia do Sol.

Neste mês diversas ações já foram implementadas envolvendo usuários e funcionários. Entre elas, um show da Banda Yellow, cover da banda ColdPlay, que aconteceu na Praça de Pedágio da Terceira Ponte. Em parceria com o Detran-ES, o evento atingiu tanto aqueles que passavam pelo pedágio como os moradores e comerciantes do entorno.

Vitor Simões trabalha ao lado da Praça de Pedágio e pode ouvir o som da banda do escritório. “Achei bem legal, já conhecia a campanha do maio amarelo e acho muito importante. É inaceitável o número de acidentes que acontecem por imprudência, então, sempre apoio ações de conscientização. Elas valem muito para dar visibilidade à campanha, e tocando Coldplay fica mais legal ainda”, conta.

O diretor presidente da RodoSol, Geraldo Dadalto, acompanhou de perto a apresentação da banda e pode notar o envolvimento dos usuários. “Foi uma ação inédita para concessionária e, de imediato, já conseguimos notar o envolvimento de quem passava pela praça de pedágio. Foi bastante produtivo e conseguimos transmitir a mensagem mais importante: precisamos de um trânsito seguro”, diz.

O empresário da banda, Diego Javarini, disse que foi uma oportunidade sensacional para a banda. “Ficamos felizes por, além de levar boa música, passamos uma mensagem de conscientização para que as pessoas reflitam mais e mudem suas práticas, pois só assim poderemos ter um trânsito mais seguro”, conta.

Além do show, também houve panfletagem de material explicativo a transmissão pelas mídias sociais. O Detran disponibilizou folder com o tema Maio Amarelo e fez abordagens de conscientização.

Outras ações

A RodoSol também esteve presente em uma simulação de resgate para os alunos da Universidade de Vila Velha. Em parceria com o Detran e Corpo de Bombeiros, a concessionária disponibilizou uma estrutura de resgate emergencial para dar apoio à simulação de resgate de vítima envolvida em acidente grave. A ação, além da simulação, ofereceu palestras com profissionais de trânsito do município de Vila Velha e do Governo do Estado. 

Para os funcionários, a concessionária distribuiu camisas, broches e laços amarelos e também está atuando, durante todo o mês, com conscientização.

 

Compartilhe: Permalink:
4 maio de 2017 Comente aqui

Maio Amarelo: atenção pela vida 

Publicado às 9:12

A segurança no trânsito também recebeu uma cor e um mês dedicado somente a ela, o Maio Amarelo. Com a proposta de chamar a atenção para o alto índice de acidentes em todo o mundo, o movimento envolve diversos segmentos para discutirem sobre o tema e promoverem ações de conscientização.

O objetivo é tratar a segurança viária com a importância que ela merece, pois a imprudência se tornou motivo de muitos acidentes e mortes. O Maio Amarelo é mais um agente motivacional para o cidadão repensar a forma como está agindo no trânsito.

A RodoSol abraça esta causa e trabalha em favor da conscientização. Por meio de ações educativas e execução de projetos, a concessionária atua para evitar que os acidentes aconteçam. As ações ocorrem desde o princípio da concessão, em 1998, quando a RodoSol assumiu a concessão da rodovia ES 060.

Desde então, a RodoSol realiza uma série de atividades com o objetivo de minimizar o índice de acidentes e tornar a rodovia mais segura. De acordo com Geraldo Dadalto, diretor presidente da concessionária, várias ações são tomadas de acordo com a época e a necessidade. “Realizamos ações frequentes, como manutenção da via e nivelamento asfáltico, e também ações pontuais, como campanhas educativas em feriados prolongados. Todas elas são estudadas e planejadas conforme o fluxo de veículos e as condições da rodovia, tendo sempre como objetivo a prevenção de acidentes”.

André Beltrane, gerente de atendimento, explica que essas ações fazem parte de um planejamento anual, no qual a RodoSol trabalha para garantir a segurança de quem utiliza a rodovia, como motoristas, pedestres e ciclistas. “Nossas ações buscam, em primeiro lugar, a segurança do usuário. Atuamos desde a inspeção 24 horas até o trabalho em escolas e bairros do entorno”. 

Neste mês, a RodoSol fará ações de divulgação do Maio Amarelo e, consequentemente, de conscientização ao volante. Haverá ações na praça de pedágio com músicas, panfletagens e intervenções, além de campanhas internas com os funcionários. Use a hashtag #MinhaEscolhaFazADiferença e faça parte dessa campanha. 

Compartilhe: Permalink:
4 maio de 2017 Comente aqui

RodoSol inicia as obras na Terceira Ponte

Publicado às 8:55

Com objetivo de diminuir os impactos no trânsito causados por incidentes na Terceira Ponte, a RodoSol realiza intervenções que melhorarão a mobilidade urbana. A obra, que iniciou nesta terça-feira (02), acontecerá à noite e tem previsão para durar 45 dias.

As panes e acidentes que acontecem em cima da Terceira Ponte causam um reflexo grande no trânsito. Para ter uma ideia, um acidente que deixa um carro parado por 10 minutos chega a atingir 720 veículos, gerando cerca de 2 km de engarrafamento.

De acordo com Geraldo Dadalto, diretor presidente da concessionária, a obra vai minimizar, principalmente, os impactos causados quando há ocorrências com veículos maiores, como ônibus e caminhões, pois são esses que causam maior transtorno ao fluxo de veículos. “Vamos fazer quatro aberturas no meio da ponte que servirão para desviar os carros em casos de grandes engarrafamentos. Nas medianas de concreto, um muro baixo que divide um sentido do outro, serão instalados os portões metálicos (Gate Guard), que abrirão caminho para remanejar o fluxo de veículos”, explica.

Ele explica, ainda, que a ponte já possui duas aberturas, de quatro metros cada, utilizadas hoje para permitir o retorno de veículos no atendimento à ocorrências e para viabilizar o acesso à parte interna da estrutura. Com a ampliação das aberturas já existentes e a criação de outras duas, que passam a ter 12 metros cada, será possível em todas elas desviar o trânsito do sentido de maior fluxo que estiver comprometido pela ocorrência para o outro sentido. 

Ele ressalta que não se trata de uma solução completa para a questão da fluidez na Terceira Ponte nos horários de pico ou nos casos de um grande incidente. “Mas é, sem dúvida, uma forma para diminuir o impacto gerado por essas ocorrências, contribuindo para melhorar a mobilidade do usuário”, afirma. 

As obras, segundo Geraldo, são parte do plano de contingência que inclui outras ações e conta com apoio do Ciodes, da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsp), do Batalhão de Trânsito, da Polícia Militar e das Guardas Municipais. 

Para que não haja interdição da via, as obras serão realizadas das 23h às 5h. A RodoSol orienta aos motoristas que, para segurança de todos, é necessário respeitar a sinalização do local e, principalmente, não ultrapassar o limite de velocidade da via. 

 

Compartilhe: Permalink:

Os motoristas que passarem pela Rodovia do Sol nos próximos dias deverão ficar atentos às placas de sinalização que irão direcionar o fluxo de veículos. Isso porque a concessionária está realizando obras de recuperação em alguns pontos da via, o que provocará alterações no fluxo de veículos.

A obra acontecerá no contorno de Guarapari, entre o km 40 e o km 43, e tem previsão para durar cerca de 60 dias. Haverá interdições nos dois sentidos (norte e sul) e, por isso, o tráfego será remanejado de acordo com a necessidade.

De acordo com Geraldo Dadalto, diretor presidente da RodoSol, “as obras fazem parte de um cronograma que objetiva manter a rodovia em condições excelentes de trafegabilidade, ou seja, são reparos que precisam ser feitos para garantir que o usuário tenha conforto e segurança ao passar pela Rodovia do Sol”.

Todo o trecho de obras estará devidamente sinalizado com placas, cones e iluminação noturna. A RodoSol orienta aos motoristas que, para segurança de todos, é necessário respeitar a sinalização do local e, principalmente, não ultrapassar o limite de velocidade da via. 

Sobre os pontos a serem reparados, Geraldo, que também é engenheiro civil, explica o que será feito. “O trecho do contorno de Guarapari foi construído em região de transição entre o mangue e a mata Atlântica e, por isso, apresenta uma grande quantidade de solo mole, ou seja, ela foi construída sobre um solo com baixa resistência. Porém, o fato desses pontos terem sido construídos nestas condições não provoca desconforto ao trafegar e nem diminui os padrões de qualidade, pois os projetos iniciais consideraram essas características. Com o uso de tecnologias e da engenharia, conseguimos solucionar as condições atuais dos aterros”, explica.

Dos 39 aterros construídos no contorno de Guarapari, todos em loca is com solo mole, apenas seis apresentaram deformação. Desses seis, um já foi reparado (em 2013) e os outros dois serão nesta obra. A RodoSol realiza inspeções frequentes para monitorar estes aterros e garantir que estão em perfeitas condições.    

Todas as informações sobre as obras e os desvios serão comunicadas por meio do twitter @RodoSol da concessionária. O usuário também poderá ligar para o 0800 979 0060 para casos de emergências e informações de tráfego.

Compartilhe: Permalink:

A partir desta terça-feira (25), a Terceira Ponte passará por pequenos reparos em sua estrutura de concreto. As obras acontecerão à noite e podem influenciar no fluxo de veículos.

A intervenção tem previsão para iniciar nesta terça-feira e acontecer nos próximos 15 dias, entre 22h00 e 05h00. As vias estarão devidamente sinalizadas e, caso tenha necessidade, uma das faixas de rolamento será interrompida e a outra continuará com fluxo normal.

A RodoSol orienta que os motoristas redobrem a atenção ao passar pela Terceira Ponte durante este período e respeitem a sinalização da via. De acordo com o engenheiro civil, Orlando Mendonça, as obras acontecerão a noite pois neste período o fluxo de veículos é menor. “Escolhemos este horário para causar menos impacto no trânsito. De madrugada o fluxo é menor, mas mesmo assim é necessário ter atenção ao passar pela via”, explica.

Se houver modificação no trânsito, a via será devidamente sinalizada. As obras poderão ser interrompidas devido às condições climáticas e o prazo de execução poderá ser prorrogado.

Entenda a obra

Uma das maiores construções do Espírito Santo, a Terceira Ponte, é formada por diversas estruturas que, separadamente, tem funções específicas, mas, juntas, servem para garantir o conforto e segurança de quem trafega pela via.

A ponte é formada por muitas placas, que são feitas de concreto e aço. Entre uma placa e outra existem as juntas de dilatação, que são uma espécie de fresta com função de diminuir o impacto quando há movimentação do concreto. Ou seja, com a variação de temperatura natural, o concreto sofre modificação de tamanho e, então, se movimenta. Quando fica mais frio, ele se contrai e, quando está calor, ele se expande.  

As juntas impedem que haja desgastes ou trincas nestas estruturas, pois elas amortecem o impacto quando há movimentação. Além disso, servem como isolante, impedindo que a água da chuva penetre na estrutura e cause corrosões.

A RodoSol realiza inspeções a cada seis meses e, sempre que há necessidade, faz os reparos.  A Terceira Ponte possui 52 juntas de dilatação. Dessas 52, cerca de 40 serão recuperadas.

Compartilhe: Permalink:

 

Com o feriado se aproximando, a concessionária esta trabalhando para garantir tranquilidade aos que trafegarem pela Rodovia do Sol neste carnaval. A partir de sexta-feira (24), a operação será intensificada, com ampliação da quantidade de guinchos, monitoramento da rodovia, serviços de emergência e ação educativa.

O objetivo da concessionária é proporcionar mais segurança e conforto, realizar atendimentos com agilidade e garantir fluidez no trânsito.  Para isso, a equipe manterá estruturas de apoio, em locais estratégicos, que darão suporte aos usuários do Sistema Rodovia do Sol. Também serão usados, guinchos leves e pesados, ambulâncias, carro pipa, moto e viaturas de inspeção.

Os serviços de emergência e apoio funcionam 24 horas. A RodoSol possui o Centro de Controle de Operações (CCO), que é responsável por monitorar e tomar as providências necessárias a cada ocorrência  no Sistema Rodovia do Sol, entre o km 0 (Terceira Ponte) e o km 67,5 (Trevo de Meaípe).  O monitoramento na Terceira Ponte, Região de Itaparica e Barra do Jucu é realizado por câmeras.

Além do CCO, a Rodosol realiza o trabalho de inspeção in loco. Com viaturas apropriadas, a equipe trafega pela Rodovia com objetivo de prestar atendimento e verificar se há anormalidades na via.

As ações educativas acontecerão na sexta-feira com objetivo de conscientizar sobre a importância de atitudes seguras no trânsito. Elas acontecerão na Terceira Ponte (Vitória) e no km 31 da Rodovia do Sol (Village do Sol) e tratarão temas como uso do cinto de segurança, uso obrigatório do farol aceso durante o dia, manutenção preventiva no veículo, descarte consciente do lixo, respeito aos limites de velocidade, entre outros assuntos.

Para garantir um feriado prolongado com segurança, a RodoSol orienta sobre a importância da obediência ao Código de Transito Brasileiro. “Acreditamos que atitudes individuais podem garantir a segurança do coletivo, por isso, é importante que cada um faça sua parte e cuide para que todos tenham um feriado tranquilo e com segurança”, comenta André Beltrane, Gerente de Atendimento da concessionária.

Importante saber:

Ao longo do trecho concessionado há três bases de atendimento situadas nos KMs 0, 19 e 50. Nelas estão disponíveis os Serviços de Auxílio ao Usuário (SAU), como atendimento emergencial e de apoio. As bases 19 e 50 também contam com banheiros, fraldários e água, proporcionando maior conforto para quem trafega pela Rodovia do Sol.

Para solicitar um atendimento, o usuário pode ligar para o número 0800 979 0060 ou parar em uma das bases.

 

 

 

 

Compartilhe: Permalink:

Com objetivo de minimizar os impactos no trânsito causados por panes, acidentes ou incidentes graves, como ônibus quebrado, a RodoSol fará uma intervenção na Terceira Ponte .  A obra faz parte do plano de contingência da concessionária e tem previsão para ser concluída até julho deste ano.

Após a obra, a ponte contará com quatro aberturas nas medianas de concreto, que é aquele muro baixo que divide um sentido do outro. Essas aberturas servirão para desviar o trânsito em casos de grandes engarrafamentos. De acordo com Geraldo Dadalto, diretor-presidente da RodoSol, a ponte já possui duas aberturas de 4 metros cada, porém há necessidade de estendê-las ainda mais e de abrir outras duas.

“As aberturas que já existem tem finalidade de permitir acesso ao interior  da ponte, além de ajudar na manobra das viaturas da RodoSol no atendimento de alguma ocorrência, facilitando o retorno. Com a obra, teremos quatro aberturas e todas elas servirão para os veículos desviarem do congestionamento”, disse.

Em cada abertura haverá um portão metálico, da altura da mediana. Os chamados Gate Guard ficarão fechados quando o fluxo de veículos estiver fluindo normalmente.

“Por exemplo, se estamos com um veículo de grande porte quebrado em cima da ponte, no sentindo Vila Velha para Vitória, no horário de pico, comprometendo o fluxo de uma das pistas neste sentido, iremos abrir os portões de modo que quem vem de Vila Velha  possa desviar para uma pista do sentido oposto, até passar pelo ponto da ocorrência e retornar para sua pista normal”, esclarece.

“Precisamos deixar claro que esta medida não solucionará por completo a questão da fluidez na Terceira Ponte em caso de um grande incidente. No entanto, ela visa diminuir o impacto causado por essas ocorrências, contribuindo para melhorar a mobilidade de quem trafega na via”, destaca Geraldo Dadalto.

Geraldo reforça, ainda, que há apoio do Ciodes, da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsp), do Batalhão de Trânsito, da Polícia Militar e das Guardas Municipais. “Todos comprometidos e envolvidos em melhorar o trânsito entre Vitória e Vila Velha”, afirmou.

Entenda o Plano de Contingência

Quem passa pela Terceira Ponte e pela Rodovia do Sol e se depara com panes ou acidentes, não imagina que por trás de cada evento desses, tem uma equipe estudando e trabalhando para diminuir os impactos causados ao trânsito no local.

Esses estudos e planejamentos fazem parte do Plano de Contingência da concessionária, que visa estudar, analisar e propor soluções viáveis para cada ocorrência que compromete a mobilidade urbana. A equipe se reúne periodicamente e sempre que há uma emergência.

Nas reuniões são apresentados e analisados relatórios que servirão de base para o planejamento de ações específicas. Além da RodoSol, outros órgãos são envolvidos nas ações, de acordo com a necessidade de cada uma.

Compartilhe: Permalink: